21.8.06

Caridade

"Por mim, não julgo obras pelo passado de quem a escreveu.", escreve o Tiago Barbosa Ribeiro. De acordo. Nem pelo presente, acrescento eu. Quero lá saber da estratégia casca de cebola.